sábado, 15 de setembro de 2012

CONVITE DE LANÇAMENTO


Pós-Graduação - Em João Pessoa - PB



URGENTE: ABAIXO-ASSINADO POR ESCOLAS E CLASSES BILÍNGUES PARA SURDOS NO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO (PNE)


A Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (FENEIS), que lidera o Movimento Surdo em Favor da Educação e da Cultura Surda, deu início a um abaixo-assinado on line de apoio à inclusão de escolas e classes bilíngues (Libras/Português escrito) no Plano Nacional de Educação. Essa proposta já foi aprovada consensualmente pela Câmara Federal, com base no Relatório apresentado pelo Deputado Angelo Vanhoni (PT-PR), que recebeu a Feneis em Brasília e discutiu com ela a redação adequada a garantir os direitos constitucionais linguísticos dos surdos em matéria de educação.
Abaixo, apresentamos o abaixo-assinado em Libras (vídeo) e em português (escrito). É necessário que todos aqueles que apoiam essa luta o assinem e o divulguem para seus amigos, familiares, colegas de trabalho, para os membros de sua Associação de Surdos, companheiros de movimentos sociais, irmãos de Ministérios e Pastorais de Surdos. Precisamos até o final do mês ultrapassar a barreira de 12 mil assinaturas. Contamos com você!
Para assinar essa Petição de apoio à nossa luta, clique aqui:http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=EBS2012


Nós, abaixo-assinados, SOLICITAMOS AOS SENADORES QUE VOTEM PELA PERMANÊNCIA DO TEXTO DO RELATOR ANGELO VANHONI para as estratégias 4.6 e 4.11 da meta 4 do PROJETO DE LEI N.º 8.035, de 2010 – PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO e que tem a seguinte redação:
4.6) Garantir a oferta de educação bilíngue, em Língua de Sinais Brasileira – LIBRAS como primeira língua e na modalidade escrita da Língua Portuguesa como segunda língua, aos alunos surdos  e deficientes auditivos de zero a dezessete anos, em escolas e classes bilíngues e em escolas inclusivas, nos termos do art. 22 do Decreto 5626/2005 e dos artigos 24 e 30 da Convenção dos Direitos das Pessoas com Deficiência, bem como a adoção do Sistema BRAILLE de leitura para cegos e surdocegos.
4.11) Apoiar a ampliação das equipes de profissionais da educação para atender à demanda do processo de escolarização dos estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação, garantindo a oferta de professores do atendimento educacional especializado, de profissionais de apoio ou auxiliares, tradutores e  intérpretes de LIBRAS, guias-intérpretes para surdo-cegos, professores de LIBRAS, prioritariamente surdos e professores bilíngues.
Lembramos que a luta por Escolas Bilíngues Libras (1ª Língua) / Português escrito (2º Língua) é a maior reivindicação das comunidades surdas brasileiras e se baseia nos seguintes documentos legais:
I. A Constituição Federativa do Brasil, que em seu 206º artigo, consagra como princípios constitucionais da educação em nosso país “I – igualdade de condições para o acesso e permanência na escola; II – liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber; [e] III – pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas, e coexistência de instituições públicas e privadas de ensino”.
II. A Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (Decreto 6.949/2009), que:
- no Preâmbulo, letra “n”, reconhece “a importância, para as pessoas com deficiência, de sua autonomia e independência individuais, inclusive da liberdade para fazer as próprias escolhas”, e na letra “o” considera que “as pessoas com deficiência devem ter a oportunidade de participar ativamente das decisões relativas a programas e políticas, inclusive aos que lhes dizem respeito diretamente”;
- no Art. 4º, inciso 3, determina que, na “elaboração e implementação de legislação e políticas para executar a presente Convenção e em outros processos de tomada de decisão relativos às pessoas com deficiência, os Estados Partes deverão estreitamente consultar e ativamente envolver pessoas com deficiência, inclusive crianças com deficiência, por intermédio de suas organizações representativas”.
- em seu 24º artigo determina aos Estados-parte a [2.a] “Facilitação do aprendizado da língua de sinais e promoção da identidade linguística da comunidade surda”; e [2.b] “Garantia de que a educação de pessoas, inclusive crianças cegas, surdocegas e surdas, seja ministrada nas línguas e nos modos e meios de comunicação mais adequados às pessoas e em ambientes que favoreçam ao máximo seu desenvolvimento acadêmico e social”.
III. A Lei 10.436/2002, que reconhece “como meio legal de comunicação e expressão a Língua Brasileira de Sinais – Libras e outros recursos de expressão a ela associados” (Art. 1º).
IV. O Decreto 5.626/2005, que em seu Art. 22º define “escolas ou classes de educação bilíngue [como] aquelas em que a Libras e a modalidade escrita da Língua Portuguesa sejam línguas de instrução utilizadas no desenvolvimento de todo o processo educativo”.
V. O Decreto 7.611/2011, último documento legal sobre a Educação Especial, que valoriza o Decreto 5.626/2005 como referência legal da Educação de Surdos (Art. 1º, § 2º) e reconhece, “para a educação especial, as matrículas na rede regular de ensino, em classes comuns ou em classes especiais de escolas regulares, e em escolas especiais ou especializadas” (Art. 8º).
Defendemos e reforçamos que:
1. As ESCOLAS BILÍNGUES são espaços educacionais inclusivos, pois levam os estudantes a terem as mesmas condições de acesso e permanência na escola que os demais estudantes (CF. Art. 206º).
2. Deve-se garantir o direito de opção aos pais e aos alunos surdos ou com deficiência auditiva pela matrícula em ESCOLAS BILÍNGUES LIBRAS E PORTUGUÊS-ESCRITO ou em ESCOLAS INCLUSIVAS (Convenção, Preâmbulo, letra “n”).
3. O Ministério da Educação deve garantir a implantação de políticas educacionais que atendam a demanda das pessoas surdas e com deficiência auditiva, expressa ou diretamente ou indiretamente, através de suas entidades representativas – que, no Brasil, em nível nacional, é a Federação Nacional de Educação e Integração de Surdos (Feneis) (Convenção, Art. 4º, inciso 3).

Surdo Esperanca como suporte da FENEIS - legendado


1 Seminário Língua de Sinais, Cultura e Identidade Surda.


Setembro Azul II - Educação Bilíngue


Seminário da FENEIS


Nao perde oportunidade é gratis!



SETEMBRO AZUL II - 2012


quinta-feira, 9 de agosto de 2012

O XI Congresso Internacional e XVII Seminário Nacional do INES - RJ



O XI Congresso Internacional e XVII Seminário Nacional será realizado de 17 a 21 de setembro. Estaremos instituindo no ano em que o INES comemora 155 anos, Minicursos Pré-Congresso, com carga horária de 8 horas, com os seguintes temas:

Dia 17 de setembro:
·        Matemática
·        Ciências
·        Português

Dia 18 de setembro
·        Libras e uso dos classificadores nas línguas de sinais
·        Aquisição de Linguagem Oral
·        Cinema

As vagas para os Minicursos Pré-Congresso são limitadas a 50 participantes por cada curso cuja inscrição está subordinada a inscrição no Congresso.
Atenção : Não existe inscrição apenas para os Minicursos as inscrições deverão ser feitas simultaneamente.

A partir do dia 19  e até o dia 21 de setembro estaremos realizando nosso tradicional Congresso Internacional e Seminário Nacional cujos palestrantes confirmados são:

Palestrantes confirmados

Internacionais
Emmanuelle Laboritt  ( França) – videoconferência
Paulo Vaz de Carvalho (Portugal)
Thomas Lydell-Olsen (Estados Unidos)
Rachel Mayberry (Estados Unidos)
Nuria Aidelman Feldman (Argentina)
Dr. H-Dirksen L. Bauman(Estados Unidos)


Nacionais
Adriana Fresquet (UFRJ)
Maria Marta Ciccone (INES)
Terezinha de Jesus Machado Maher (UNICAMP)
Wilma Favorito (INES)
Maria Lucia Cunha (INES)
Adriana da Silva Thoma (UFRGS)
Lucio Lugão (INES)
Renato de Araújo Nunes (INES)
Paula Nunes (INES)
Leila Manhães (INES)
Mônica Campello (INES)
Teresa Siqueira Rüde (INES)
Vitória Fidélis (INES)





Curso de Formação e Extensão de Intérpretes de Libras


ESCOLA BILÍNGUE PARA SURDOS


Ser Surdo



domingo, 13 de maio de 2012

informações sobre o CURSO DE LIBRAS - PIRACICABA - SP

BÁSICO
2as e 5as feiras 19:00 as 21:00
30 horas
R$ 300,00
início: 28/05/2012
término: 31/07/2012
 
INTERMEDIÁRIO
Sábados 08:30 as 11:30
40 horas
R$ 400,00
início: 02/06/2012
término: 03/11/2012
 
AVANÇADO
4as e 6as feiras 19:00 as 21:00
60 horas
R$ 600,00
início: 30/05/2012
término: 21/09/2012
 
 
Fico no aguardo, de um retorno o mais breve possível!
 
Abraço a todos!
 
Cersurdo 
34226555, a partir das 13:30
cersurdo@gmail.com
 
Everton
evesurdo@hotmail.com
 
 
Flávia 
81136423
93404277
97778228
f.luciana@hotmail.com
flasilva2@bol.com.br
 
 
Juliana
97105474
jjmlara@yahoo.com 

terça-feira, 17 de abril de 2012

Câmara aprova criação do Dia Nacional da Língua Brasileira de Sinais

Leonardo Prado
Gabriel Guimarães
Guimarães retirou do texto a obrigatoriedade de entidades realizarem eventos na data.


A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou nesta terça-feira (17), em caráter conclusivo, o Projeto de Lei 6428/09, do deputado Eduardo Barbosa (PSDB-MG), que institui o Dia Nacional da Língua Brasileira de Sinais (Libras), a ser celebrado anualmente no dia 24 de abril.

O relator, deputado Gabriel Guimarães (PT-MG) defendeu a constitucionalidade da proposta. Ele retirou, no entanto, o dispositivo do texto original que obrigava entidades públicas e privadas a promoverem, nessa data, eventos com a finalidade de valorizar a conquista da liberdade de expressão gesto-visual das pessoas surdas. "Isso violaria o princípio da separação dos poderes, que é uma cláusula pétrea", explicou o relator.

O projeto segue agora para o Senado, exceto se houver recurso para que seja votado pelo Plenário da Câmara.


FONTE: http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/DIREITOS-HUMANOS/414901-CAMARA-APROVA-CRIACAO-DO-DIA-NACIONAL-DA-LINGUA-BRASILEIRA-DE-SINAIS.html

terça-feira, 27 de março de 2012

Tecnologia wireless conecta aparelhos auditivos à TV e permite atender celular à distância

Graças à evolução da tecnologia, a vida tem ficado mais fácil para os usuários deaparelhos auditivos. Tarefas simples como controlar o volume da televisão e atender o celular, algo que até bem pouco tempo eram realizadas com dificuldade, agora, com atecnologia wireless colocam o controle da vida destes pacientes na palma de sua mão. A conectividade Bluetooth - com inédito dispositivo sem fio ou intermediários, como ultrapassados colares para sua conexão - trouxe benefícios como a redução total de chiados e microfonia, além do controle dos dispositivos eletrônicos à distância.
Totalmente livre de fios, a conectividade entre o aparelho auditivo e os equipamentos eletrônicos é feita por meio de tecnologia wireless. Com o recurso, o usuário pode regular o próprio som e se distanciar da TV por até dez metros sem comprometer a qualidade do áudio. Com estética privilegiada, o aparelho ainda é menor do que todos os disponíveis no mercado, sendo ainda mais discreto.
Com três acessórios - Phone Link, TV Link e controle remoto -, o Beltone True, da AudibelSite externo. - empresa de aparelhos auditivos - possui sistema de captação de sons totalmente sem fio. O modelo permite que pacientes com deficiência auditiva atendam o celular sem tirá-lo do bolso e regulem o som da televisão diretamente pelo aparelho. Até hoje, modelos comuns - sem conectividade wireless - exigem que o usuário ache uma posição ao falar ao telefone para evitar ruídos. "A tecnologia do Beltone True, por sua vez, capta o som do equipamento eletrônico, o que acaba com a microfonia antes gerada pelo celular e aumenta a capacidade de percepção em um ambiente", explica a fonoaudióloga da Audibel, Sandra Braga.
Surpresa entre médicos e pacientes
Já adaptado em alguns pacientes, o produto tem surpreendido especialistas. "Há um ganho principalmente na autonomia, por ser totalmente wireless, diminuindo qualquer tipo de desconforto, diz o médico otorrinolaringologista, João Luis Mamede. Tanta inovação representa independência, segundo a fonoaudióloga da unidade de Uberlândia da Audibel, Jussara Nunes dos Reis, responsável local pela adaptação dos aparelhos." Notamos que o usuário ganha conforto e comodidade. Além de contar com a nitidez do som, o Beltone True permite assistir um programa de televisão sem causar incômodo em quem está ao lado, pois o volume é regulado diretamente no aparelho."
A tecnologia é inédita no Brasil. Ainda em 2012, a Audibel deve trazer toda a linha de aparelhos True, com novos recursos tecnológicos.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

CURSO DE LIBRAS MÓDULO I - TOTAL 120 HORAS

CURSO DE LIBRAS MÓDULO I - TOTAL 120 HORAS

Local: Rua Atílio Silvano, 169 – Jardim Pacaembu ( transversal à Avenida Atanásio Soares)
Inscrição: 4ª feiras das 14:00 ás 16:00 horas
5ª feiras das 19:00 ás 21:00 horas
E-mail : asus.20092004@hotmail.com (preenchimento da ficha de inscrição junto com o comprovante do pagamento)
Banco do Brasil
Agência 6962-0 Conta 2012-5

MÓDULO I – BÁSICO
SÁBADOS DAS 8:30 ÀS 11:30 HORAS
INÍCIO: 03 DE MARÇO DE 2012
TÉRMINO: 26 DE MAIO DE 2012
CARGA HORÁRIA : 40 HORAS
INVESTIMENTO
CURSO: R$ 320,00 ( Á VISTA OU PARCELADO 2X DE R$ 160,00)
MATRÍCULA: 20,00
AULAS MINISTRADAS: Professor Surdo Guilherme Silva de Oliveira
Graduando Letras –Libras UNICAMP

MÓDULO I – INTERMEDIÁRIO
SÁBADOS DAS 8:30 ÀS 11:30 HORAS
INÍCIO: 02 DE JUNHO DE 2012
TÉRMINO: 25 DE AGOSTO DE 2012
CARGA HORÁRIA : 40 HORAS
INVESTIMENTO
CURSO: R$ 380,00 ( Á VISTA OU PARCELADO 3X DE R$ 127,00)
MATRÍCULA: 20,00 (EXCETO EX-ALUNOS DO BÁSICO)
AULAS MINISTRADAS: Professor Surdo Alexssandro Silva da Fonseca
Graduando Letras- Libras UNICAMP

MÓDULO I – INTENSIVO
SÁBADOS DAS 8:30 ÀS 11:30 HORAS
INÍCIO: 01 DE SETEMBRO DE 2012
TÉRMINO: 15 DE DEZEMBRO DE 2012
CARGA HORÁRIA : 40 HORAS
INVESTIMENTO
CURSO: R$ 400,00 ( Á VISTA OU PARCELADO 3X DE R$ 134,00)
MATRÍCULA: 20,00 (EXCETO EX ALUNOS DO INTERMEDIÁRIO)

COORDENAÇÃO: PROFA MESTRA TERESA CRISTINA LEANÇA SOARES ALVES

Curso de LIBRAS em JUNDIAÍ SP





Curso de LIBRAS em Piracicaba - Inscrições Abertas

entro de Assistência de Referência à Surdez LTDA -
CerSurdo


Cersurdo 34226555



Local: Avenida São Paulo, 619, Paulicéia. Piracicaba - São Paulo.


Horário das turmas:

Básico 3as e 5as 19:00 as 21:00 início 23/02

Sábado 08:00 as 10:00 início 25/02

Sábado 10:00 as 12:00 início 25/02


Observações:

Intermediário possivelmente as 4as e 6as e aos sábados quinzenal... (horário a definir) início 24/02

Avançado as 4as e 6as (horário a definir) início 24/02


Contato:

Juliana 97105474

Flávia 81136423 93404277 97778228

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

TORTA DE LIMÃO ESPECIAL ISA RODRIGUES & ALEKINHO

TORTA DE LIMÃO ESPECIAL ISA RODRIGUES & ALEKINHO - Parte 1



TORTA DE LIMÃO ESPECIAL ISA RODRIGUES & ALEKINHO - Parte 2




Agradecemos nossa amiga ISA RODRIGUES - Professora de Educação Alimentar e Culinária do SESI de Limeira, pelo carinho, dedicação e brilhante iniciativa. Torcemos para que ações como esta continuem acontecendo.
O nosso MUITO OBRIGADO!!

Alexssandro da Silva Fonseca e Maria Rita Cabral

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Proposta obriga escolas a utilizar Libras com estudantes surdos


A Câmara dos Deputados analisa proposta que obriga as instituições de ensino públicas e privadas a utilizar a Língua Brasileira de Sinais (Libras) com todos os estudantes surdos em qualquer nível ou modalidade da educação básica. A medida está prevista no Projeto de Lei 2040/11, do Senado.
Pela proposta, as escolas deverão contar com professores bilíngues, tradutores, intérpretes e profissionais de tecnologia de comunicação em Libras. Além dos alunos, também deverão ter aula de Libras seus pais e toda a comunidade escolar que conviver com esses estudantes.
As regras sobre a oferta do ensino de Libras deverão ser definidas em regulamento específico, após a aprovação da lei. Segundo o autor da proposta, senador Cristovam Buarque (PDT-DF), o objetivo é facilitar a integração dos deficientes auditivos nas escolas e na sociedade.
Tramitação
O projeto, que tramita em regime de prioridade, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; Educação e Cultura; e Constituição e Justiça e de Cidadania antes de seguir para o Plenário.